Categories
acampamento alimentação atividades blog dicas montanha trilhas

Trilhas e Travessias: o que comer durante sua aventura?

Muitas das nossas viajantes tem dúvidas na hora de preparar o cardápio da sua trilha, travessia ou camping. Por isso, trouxemos dicas (e ideias!) pra você se alimentar direitinho durante as suas aventuras – seja ela leve, intensa, de um ou mais dias. Confira abaixo!

PedraGrande_Caminho

TRILHAS CURTAS

trilhas de níveis variados com duração de um dia ou menos, sem pernoite e sem (tanta) preocupação com peso da mochila

MELHOR SOBRAR DO QUE FALTAR

como nesse caso o peso da mochila não é tão crucial assim, tente levar um pouco a mais para compartilhar com a galera

LANCHES PRONTOS

no dia anterior você pode preparar alguns alimentos que serão ótimos para sua atividade, como sanduíches e bolos

CONGELE A SUA COMIDA/BEBIDA

para manter a sua comida ou bebida sempre fresca (principalmente no calor),  no dia anterior da atividade coloque-a no congelador

IDEIAS DO
QUE LEVAR

  • Frutas:  maçã, bananas, uvas
  • Biscoitos, barrinha de cereal
  • Amendoim, castanhas ou granola
  • Chocolate, bananada, paçoca
  • Suco, mate ou guaraná natural
  • Sanduíches ou bolos feitos em casa

TRAVESSIAS

trilhas de níveis variados com duração de mais de um dia, com pernoite e preocupação com o peso da mochila

EMBALAGENS MENORES E MAIS LEVES

como o peso da mochila é super importante, prefira embalagens menores para levar os alimentos. Você pode, por exemplo, colocar a comida em sacos plásticos ao invés de recipientes mais pesados

BEBIDAS CONCENTRADAS OU EM PÓ

dê preferência para alimentos que serão diluídos em água, como guaraná ou suco concentrados, leite ou sopa em pó. dessa forma, você só precisa adicionar água na hora em que for consumir

ALIMENTOS PRÉ-PRONTOS

os alimentos pré-cozidos ou prontos, como feijão em caixa, atum enlatado, ervilhas ou milho enlatados, por exemplo, economizam peso na mochila e o gás do seu fogareiro

IDEIAS DO
QUE LEVAR

  • Frutas secas (maçã, banana, damasco etc)
  • Amendoim, castanhas ou granola
  • Biscoitos, barrinha de cereal
  • Chocolate, bananada, paçoca
  • Ovos cozidos
  • Suco ou guaraná natural concentrados (para diluir)
  • Ervas de chá (para fazer)
  • Leite e/ou café em pó, achocolatado
  • Requeijão e/ou manteiga (não derrete/dura bastante)
  • Sopas e/ou risotos prontos
  • Enlatados (atum, ervilha, milho etc)

E quais são as suas dicas de comida para trilhas e travessias? Comenta aí pra gente 💌

NATHALY FOGAÇA

@_nathalyfogaca

Fundadora da agência VAMOS


Facebook-f


Instagram

Categories
acampamento blog dicas

Higiene Íntima durante viagens: confira nossas dicas de autocuidado 🍑

Nós sabemos como precisamos ter cuidado com a nossa higiene íntima, principalmente durante viagens em que estamos em lugares diferentes dos habituais. Qualquer descuido pode se tornar uma infecção, né?! Pra ajudar no autocuidado, fizemos uma lista com dicas simples para você adotar durante sua aventura e ficar despreocupada. VAMOS lá? 

 

👉antes de tudo: lembre-se que a vagina tem formatos diferentes e odores naturais – e tá tudo bem!! #higieneintima não significa estar depilada ou ter uma ppk que cheira a flores, ok?!

ande sempre com uma garrafinha d’água na bolsa

além de se manter hidratada (e evitar infecções), você consegue fazer a sua higiene no vaso sanitário (ou em outro local) no caso de não ter um chuveiro. Ajuda muito também durante a menstruação na hora de trocar seu absorvente ou coletor e é mais ecológico do que lenços umedecidos.

prefira coletores menstruais

sabe aqueles copinhos de silicone que substituem os absorventes tradicionais? dependendo do seu fluxo, você consegue ficar até 12 horas com eles. Além disso, eles deixam a sua vagina mais livre para respirar.

alguns coletores: korui, inciclo, fleurity


urine em pé (oi???)

Isso mesmo! Existem um acessório chmado Urinol (ou Condutor Urinário) que te auxilia a urinar em pé evitando nosso contato com vasos sanitários desconhecidos.

marcas: fleurity, pipix, oi girl, woman free

durma sem calcinha

depois de um dia inteiro andando presa por aí, tudo que a sua vagina quer é liberdade para respirar. Por isso, além de dormir livre, prefira pijamas mais soltinhos para auxiliar na ventilação.


prefira tecidos leves

além de pesar mais, calças, shorts etc de tecidos pesados como jeans atrapalham a respiração das nossas vaginas. Por isso, economize no tamanho e peso da bagagem escolhendo calças, shorts e calcinhas mais leves.

E você? Quais cuidados você tem com sua higiene íntima durante uma viagem? Conta pra gente respondendo nos comentários. Quem sabe não é algo novo que podemos aprender (e compartilhar com as migas), né?! 

Categories
blog dicas transporte

Apps de transporte: conheça opções de “uber” para mulheres

Sábado, depois de beber um pouco, você precisa voltar para casa. É uma da manhã. Conta pra gente: você se sentiria mais confortável se, ao abrir a porta do táxi, você encontrasse uma motorista mulher? Pois, ao invés de tentar a sorte nos apps por aí, você pode utilizar aplicativos de transporte específico para mulheres: veja a lista que montamos com 4 apps para você baixar e começar a utilizar.

👉Lady Driver

Disponível no Google Play e App Store

Site | Facebook | Instagram

*****

👉Taxi Rosa

Abrange apenas no Rio de Janeiro. Disponível no Google Play e App Store

Facebook | Instagram

*****

👉Mary Driver

Atuação forte no nordeste. Disponível no Google Play e App Store

Site | Facebook | Instagram

******

👉Femi Taxi

Está presente em São Paulo, Santos, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Goiânia. Disponível no Google Play e App Store

Site | Facebook | Instagram

*****

99taxis3
“99Taxis: saiba como escolher uma mulher como motorista” :: Techtudo

👉 99 Taxi – Para mulheres

Embora seja para todos os públicos, o 99 tem opção de selecionar uma motorista mulher para a sua viagem.


Em alguns casos, a quantidade de motoristas ou cidades atendidas é pequena, mas quanto mais mulheres começarem a usar, mais a oferta vai crescer. VAMOS juntas com mais segurança!

Categories
acampamento blog dicas montanha

Vai acampar? Confira essas dicas!

Não importa se você é expert em camping ou se vai acampar pela primeira vez, dicas são sempre bem-vindas para a sua experiência ser perfeita, né?! Por isso, separamos algumas para te ajudar durante o acampamento. 

Lembrando que algumas orientações e cuidados podem variar de acordo com o seu destino e estilo de vivência [acampamento selvagem exige mais atenção do que os que são feitos em áreas particulares, por exemplo].

white, yellow, and blue dome tent near green hammock

ITENS NECESSÁRIOS

Isso pode variar de pessoa para pessoa, mas existem alguns equipamentos que não podem faltar na bagagem.

Barraca: indispensável, né?!

Sobre-teto/Lona: responsáveis por proteger a sua barraca do sol e da chuva. Algumas barracas vem com sobre-teto ou material resistente à água. Se a sua não tiver, lembre-se de comprar uma lona independente da previsão do tempo. Uma opção é comprar plástico em loja de construção em um tamanho suficiente para cobrir sua casinha

Isolante Térmico: responsáveis por evitar que seu corpo perca calor ao entrar em contato com o solo. Existem algumas opções de isolantes e a mais simples/econômica são isolantes de espuma/EVA.

Resultado de imagem para isolante eva
Isolante de EVA :: entre R$30 e R$50

Coberta/Saco de Dormir: responsável por te aquecer e manter a temperatura do seu corpo. Sempre indicamos Saco de Dormir, porque são ideais para acampamento, mas em alguns locais mais quentes, uma coberta pode ser suficiente. Mais uma vez, leve independente da previsão do tempo – a temperatura costuma cair durante a noite, principalmente em meio à mata e montanha, onde cai drasticamente.


ANTES, DURANTE, DEPOIS

Confira todos os equipamentos: evite surpresas no dia da vivência. Independente se o equipamento for seu ou emprestado de alguém, dê uma olhada se não está faltando nenhum item, se a sua barraca está em bom estado e limpa.

Cuidado na hora de guardar na mochila, montar ou desmontar: embora resistentes, alguns itens podem ser danificados com o mal uso. Evitar forçar as varetas na hora da montagem e tomar cuidado para não rasgar a barraca com algum item pontudo dentro da sua mochila são alguns cuidados que você deve ter.

Proteja seu equipamento do sol e da chuva: na hora da montagem, procure locais planos [para não ficar no caminho da água da chuva], longe de rios [que podem aumentar o nível e transbordar] e protegidos do sol. Mesmo que não interfira na sua segurança, com esses cuidados você estará aumentando a vida útil do seu equipamento.

orange camping tent near green trees

Cuidado com bichos: mantenha a porta da sua barraca fechada para evitar que mosquitos e outros bichos entrem no seu abrigo. O mesmo vale na hora de desmontar: lembre-se de sacudir bem seu equipamento [botas, mochila, barraca] para não levar companhia para casa.

Na hora de guardar: limpe e seque bem o seu equipamento que pode estar úmido pela chuva ou orvalho e com algumas folhas ou terra na lona do piso. Se for inevitável guarda-la molhada ou suja, lembre-se de abrir o equipamento assim que chegar em casa, para evitar mofos ou outros problemas.

Preserve o meio ambiente: nunca faça fogueiras em acampamento selvagem. Em campings particulares, procure o local destinado para fogueiras (se houver). Leve seu lixo com você. Não alimente os animais, nem com frutas. Não urine ou defeque próximo a rios ou de trilhas – se não estiver com shittube, cave um buraco, defeque e depois cubra esse buraco. Ao sair, mantenha o ambiente o mais próximo possível de como você o encontrou.

Shit Tube :: Saiba Mais

Agora que você já está preparada, VAMOS acampar?

Categories
blog dicas Representatividade

#RepresentatividadeImporta: 8 viajantes negras para seguir

Nós sabemos o quanto representatividade importa e, envolvidas no compromisso de quebrar os padrões do mundo das viagens, trouxemos uma lista com viajantes negras para você seguir [e se inspirar] no Instagram. VAMOS à lista?

*****

@Debora.Pinheiros

debora.pinheiros

Débora Pinheiro, essa musa dos tons de azul, é Embaixadora da VAMOS em São Paulo e além de contribuir com essa lista, ela vai trazer dicas de como viajar barato pro seu feed.

*****

@BarbaraaPedroso

barbaraapedroso

Bárbara Pedroso Vegana e amante da natureza, Bárbara é de Porto Alegre e já esteve em 22 países. Seu perfil, além de fotos inspiradoras, ela traz dicas e reflexões de ser mulher viajando pelo mundo.

*****

@GabyannaNegraEGorda

gabyannanegraegorda

Gabriela Rocha já viajou por vários lugares e hoje vive em Oslo, na Noruega. Além do instagram, ela escreveu as suas experiências no livro Gabyanna – Negra e Gorda Viajante.

*****

@Viajante_SemGrana

Viajante_SemGrana

Manoela Zauditu roda esse Brasilzão com pouco dinheiro e vendendo sua arte. Além disso, escreveu o Confissões de Viajante (sem grana).

*****

@RoletDaPam

roletdapam_

Pâmela Rocha é professora nascida em Sorocaba/SP,  viaja pelo Brasil e compartilha suas fotos e reflexões inspiradoras no feed. Além disso, também é correspondente do Bitonga Travel

*****

@RebeccaLethei

rebeccalethei_.jpg

Rebecca Alethéia já passou por 23 países e é fundadora e correspondente do  Bitonga Travel, um blog de relatos de mulheres negras viajantes [mais um insta inspirador pra seguir, hein?!].

*****

@CamisSants

naestradacomasminas_.jpg

Camila Santos é super carioca e, além de postar suas andanças e reflexões por aí, é fundadora do Na Estrada com as Minas, rede colaborativa de mulheres viajantes.

*****

@BlackGirlsTravelToo

blackgirlstraveltoo

Black Girls Travel Too é uma comunidade global com fotos e dicas de mulheres negras pelo mundo para empoderar e incentivar outras mulheres que viajam sozinhas.

*****

VAMOS seguir tooooodas! Agora conta pra gente, qual #ViajanteNegra te inspira?

Categories
bagagem blog dicas montanha

Travessias na Montanha: o que levar e como escolher seus equipamentos?

Olá aventureiras!

Ambientes montanhosos tem um clima e geografia peculiares. Além disso, grandes travessias exigem equipamentos adequados para você não ter problemas ou desconfortos na hora da caminhada ou da pernoite. Por isso, trouxemos dicas que vão te auxiliar na escolha dos seus equipamentos e um check-list pra você não esquecer de nenhum item – que pode fazer muita falta durante a sua atividade. VAMOS lá?

___

MOCHILA

Como estamos falando de longas caminhadas, é ideal que você tenha um ótimo abrigo para as suas coisas – por isso, é importante acertar na escolha da sua mochila. Mas, diante de tantos modelos, características e valores, como saber qual é a ideal?

Cada marca/modelo possui suas peculiaridades – por exemplo, a Deuter tem garantia vitalícia e equipamentos de primeira e valores mais altos; a Quechua normalmente tem garantia de 10 anos, materiais mais simples e preços mais acessíveis] – por isso, você precisa observar 4 fatores para escolher a mochila ideal:

  1. Quanto eu tenho para investir? já VAMOS avisando que equipamentos bons costumam ser mais caros. Não que você tenha que desembolsar de primeira R$1500 em uma mochila, mas talvez aquela da lojinha de bairro de R$50 custe mais caro pra você no futuro. Faça as contas, analise quanto você pode pagar e pense que a intenção é ficar um bom tempo com ela.
  2. Qual é o objetivo da minha mochila?  para qual tipo de viagem é a sua mochila? o que você pretende levar dentro dela? Vai levar barraca? saco de dormir? panela? Ou você vai viajar para hostels e não precisa levar a sua “casa” dentro da sua mochila?
  3. Qual o tamanho ideal da minha mochila?  além de pensar nos itens que você pretende levar dentro dela, considere o seu tamanho – como diz o Instinto Viajante, uma mochila de 70L talvez fique muito grande para uma pessoa de 1,5m – além de poder prejudicar a sua coluna.
  4. Quais características preciso na minha mochila?  capa protetora? material impermeável? vários bolsos? fechos para segurar minha barraca? saída para camelbak [compartimento/mochila para hidratação]?

Analisando esses fatores, fica mais fácil de você escolher seu mochilão. Além disso, a dica mais importante de todas é: experimente a sua mochila! Viu uma promoção incrível na internet? Se possível, vá até a loja física e experimente para ver se está confortável, se o tamanho é ideal, se os compartimentos são adequados para o que você busca – melhor do que ter surpresas ao receber a sua encomenda.

botas

___

BOTAS

Uma das partes mais importantes para uma boa travessia são os pés, por isso, é importante cuidar deles com muito carinho. E assim como as mochilas, existem diversas marcas e modelos de meias e botas. Então, como escolher? Observe…

  1. Cano Alto: não é uma regra, mas eles dão estabilidade para  os seus pés, além de proteger do ataque de alguns animais [como cobras]
  2. Material Respirável: mais importante do que ser impermeável, o material respirável permite que o seu pé transpire livremente, sem reter o líquido dentro do calçado.
  3. Solado Anti-Derrapante: vão te dar mais estabilidade e aderência ao solo

Observe esses elementos, faça pesquisas de avaliações na internet e peça dicas aos seus amigos. Depois disso, mais uma vez: vá até a loja e experimente o seu calçado. Não faça a besteira de comprar seu experimentar, afinal, as numerações e modelos podem variar. Fazer compras no fim do dia [quando o pé está mais inchado] e ir experimentar as botas com uma meia mais grossa ajudam a encontrar uma bota que vai se adequar ao seu pé. Outra dica é comprar um número maior para ter mais liberdade para os seus pés.

____

MEIAS

Complementando o item anterior, a escolha de uma meia ideal pode tornar a sua travessia mais agradável. Escolha meias mais grossas e de tecido sintético, que secam mais rápido – afinal, o seu pé vai suar bastante. Além disso, ande sempre com um par extra de meias na mochila para repor quando necessário ou dormir com os pés aquecidos.

____

EQUIPAMENTOS DE DORMIR

Se você pretende se abrigar em um abrigo ou bivake, um isolante térmico e saco de dormir são suficientes. Mas, se pretende acampar, a escolha de uma barraca potente vai tornar a sua noite de sono mais agradável.

  1. Saco de Dormir: todos possuem três tipos de temperatura [conforto, limite, extremo]. Pense em qual é o seu destino e quais as temperaturas você provavelmente enfrentará na sua viagem. Um saco de dormir para Patagônia é diferente de um saco de dormir para a Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Leia mais sobre como escolher seu saco de dormir.
  2. Isolante Térmico: responsáveis por evitar a perda de calor do seu corpo e impedir que o frio do solo chegue até você, esses “tapetinhos” são essenciais para a sua noite confortável na montanha. Os isolantes feitos de EVA e alumínio possuem ótimo custo x benefício, mas existem opções mais requintadas. Veja como escolher seu isolante.
  3. Barraca de Camping: mais uma vez, observe o local para onde você está indo – ambientes de neve exigem outro tipo de barraca. Além do espaço e do peso da sua barraca, é importante verificar a coluna d’água dela – esse é um indicador de quantos mm de água ela suporta, ou seja, se vai molhar ou não. Entenda melhor.

____

BASTÕES DE CAMINHADA

Não são obrigatórios, mas algumas pessoas utilizam para diminuir até 25% do impacto aplicado nos joelhos – leia mais.

____

ROUPAS

A primeira coisa que você tem que ter em mente é qual a temperatura média que você vai enfrentar durante a sua viagem para definir os tipos de roupas que entrarão na sua bagagem. Uma travessia de montanha pede roupas diferentes de travessias na praia, né? Mas, como estamos falando de montanha, as temperaturas podem ser maiores durante o dia e cair drasticamente a noite.

Para o frio, aposte em camadas de roupas: segunda pele [um material que vai manter a temperatura do seu corpo], fleece [que além de manter a temperatura, ajuda a esquentar] e anorak/corta-vento [que protegem do vento e normalmente são impermeáveis]. Garantindo essas três camadas, você estará protegida do frio.

Para o calor, aposte em camisetas de manga longa ou curta com proteção UV e de tecido sintético [como dry-fit] para que sequem rapidamente, afinal, no calor você sua muito mais. Mesmo que não esteja esperando chuva ou frio, leve sempre uma anorak – nunca se sabe quando o clima vai mudar.

____

DICAS

  • Prefira lanternas de cabeça para ficar com as mãos livres durante caminhadas noturnas ou no preparo do jantar
  • Evite toalhas tradicionais, pois além de ocupar muito espaço, elas demoram a secar. Prefira as toalhas de PVA/Natação ou de Microfibra – elas costumam secar mais rápido e são mais leves/compactas.
  • Mesmo que depois decida comprar online, sempre experimente os equipamentos antes de compra-los
  • Não deixe para estrear o seu equipamento novo [principalmente botas] durante a sua travessia. Use-os antes para amacia-los e resolver possíveis problemas que possa ter com eles [por exemplo: bolhas]

____

VAMOS AO CHECK-LIST?


Essa é uma lista que vai te orientar e pode mudar de pessoa para pessoa. Clique na imagem para ampliar e salvar no seu celular!

Categories
blog dicas

hostel: dicas de boa convivência

Olá aventureiras!

Hostel é um ambiente em que a coletividade é a principal característica. Mas, isso não significa que a gente pode fazer o que quiser, como se estivéssemos na nossa casa, né? Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a ser uma ótima colega de quarto e de hostel.

1. RESPEITO

Trate a outra pessoa como você gostaria de ser tratada. Deixe as coisas como você gostaria de encontra-las. Dessa forma, exercendo a empatia, fica mais fácil de viver o respeito dentro do hostel.

2. BARULHO E LUZ

Principalmente depois das 22h e antes das 08h, enquanto as pessoas estão dormindo, cuidado com a sua chegada ao hostel e ao seu quarto. Evite fazer muito barulho ou ficar conversando [e atrapalhando quem está dormindo]. Além disso, evite acender a luz – uma lanterna pode ser sua melhor amiga nesse momento.

3. BAGUNÇA

Reserve a sua cama ou armário para abrigar a sua bagunça. Ninguém merece tropeçar nos sapatos de outra pessoa espalhados pelo quarto coletivo ou ver as suas calcinhas penduradas no banheiro. Isso também diminui as chances de você perder ou esquecer seus pertences. Evite, também, colocar a sua mochila e pertences em cima da cama dos outros.

quartos compartilhados

4. BANHOS LONGOS

Além de gastar muita água, a demora em banheiros coletivos pode gerar filas. Imagine quantas hóspedes estão esperando para tomar um banho depois de um dia inteiro de passeios pela cidade?

5. CIGARRO

Muitos lugares possuem ambientes adequados para fumantes. Se o seu hostel não tiver esse ambiente, procure um local em que a fumaça atrapalhe o mínimo possível os demais hóspedes.

6. USOU, LIMPOU

Vale tanto para objetos de uso coletivo na cozinha quanto para o banheiro. Tente deixar os itens e ambientes do jeito que você encontrou [ou melhor, até], mesmo que o hostel possua algum funcionário para limpeza. Esse é o espírito coletivo: todas se ajudam para continuar desfrutando.

***

E aí, o que achou? Não é difícil adotar essas práticas e você ainda garante uma boa convivência com suas futuras novas amigas [e quem sabe até crushs].

Boa viagem!

Categories
blog dicas

check-list de trilhas curtas: o que levar na mochila?

Categories
blog dicas

prepare-se: 9 dicas para a sua trilha ser incrível

Olá aventureiras,

Preparamos algumas dicas que vão tornar a sua experiência outdoor ainda mais incrível.

Categories
blog dicas

check-list para a sua viagem: o que levar na mochila?

Olá aventureiras!

A preparação para a viagem é tão divertida quanto a própria viagem, né? Por isso, pra te ajudar na montagem da bagagem [e garantir que você não vai esquecer nada], preparei dicas práticas pra não passar perrengue e carregar peso a mais! VAMOS arrumar a mochila?

QUENTE OU FRIO?

A primeira coisa que você tem que ter em mente é qual a temperatura média que você vai enfrentar durante a sua viagem para definir os tipos de roupas e sapatos entrarão na sua bagagem. Um destino de neve pede roupas bem diferentes do que um destino praieiro né?

Dica para destinos frios: aposte em camadas de roupas e leve apenas um casacão para evitar uma bagagem com muito peso. tá preocupada porque vai repetir os looks nas fotos? querida, pelo menos você vai tá repetindo look na neve! haha

Dica para destinos quentes: confia em mim, você vai passar boa parte do tempo de bikini e de chinelo – e um chinelo bem bonito pode eliminar qualquer rasteirinha da bagagem [e vice-versa].

 

**********

QUANTOS DIAS?

A duração da sua viagem também é importante! Afinal, não dá pra viajar durante 3 meses com 2 mudas de roupas, né? Mas, você pode optar por peças-coringa [camiseta neutra, shorts jeans, calçados neutros etc] e construir looks diversos com as mesmas peças.

Por exemplo: 3 camisetas básicas + 2 shorts montam 6 looks diferentes [ó o povo de humanas se matando na conta haha]
ALÉM DISSOo tipo da sua viagem também exige itens diversos. Se você vai fazer uma expedição no Monte Roraima, uma bota de trilha é item obrigatório – enquanto uma roupa “de sair” talvez seja dispensável.
************

VAMOS ao check-list?

Como a quantidade de roupas depende de muitos fatores, deixo aqui apenas a lista de itens [a quantidade é você quem decide!]. Clique na imagem para ampliar e salvar no seu celular!

CheckList_Mochila_Prancheta 1.png

**********

E aí, esqueci de algo? Conta pra mim nos comentários 🙂
beijos e boa viagem!